MOVIMENTO CHÃO NOSSO APRESENTADO EM BEJA

A agricultura intensiva que, nas últimas décadas, tem surgido pelos campos do Alentejo está a comprometer a vida neste território. Entendemos que devem ser acautelados os impactes que se começam a manifestar, na conservação do solo, na qualidade da água superficial e subterrânea, na saúde humana e na perda de biodiversidade e da identidade regional.

O Movimento Chão Nosso realizou no dia 8 de julho de 2020, n’ A Pracinha na Praça da República, em Beja, uma conferência de imprensa na qual foi apresentado o Manifesto Público em defesa da cultura, património e biodiversidade do Alentejo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *